LÍRIO
Matthias Grob, Carlos Walter, Aliéksey Vianna, Gianfranco Fiorini
Lírio é um violão desenvolvido e construído pelo luthier Gianfranco Fiorini com a colaboração dos violonistas Aliéksey Vianna e Carlos Walter e é equipado com eletrônica da Paradis Guitars de Matthias Grob e *Rolf Spuler (*in memoriam).

Possui design ímpar, ajuste instantâneo de altura das cordas, apoio ergonômico de perna regulável, escala cromática expandida, capo trasto articulável e câmara acústica preparada para suprimir ressonância (microfonia) de um microfone interno.
O sistema eletrônico é suíço, foi desenvolvido pela Paradis Guitars de Matthias Grob e Rolf Spuler (in memoriam) e contém 6 (seis) captadores piezo (captação hexafônica), microfone interno, efeitos wooDI e polybass, 2 (duas) saídas p10 (mix e polybass) e 1 saída GK de 13 (treze) pinos através da qual pode ser conectado a um controlador midi.
Também é desmonstável e pode ser transportado numa mochila com dimensões de bagagem de mão pré-estabelecidas pelas companhias de transporte, que se transforma em semicase quando o instrumento está montado.

FICHA TÉCNICA

- Corpo de cedro e marupã.
- Cavalete, escala, paleta e trilho da regulagem de apoio de perna em pau ferro.
- Braço de cedro.
- Trastes de cromo níquel.
- Tarraxas rolamentadas.
- Capo trasto móvel para adicionar na 6a corda em E, Eb ou D.
- Pestana de osso.
- Braço removível para viagem aérea: todas as dimensões foram calculadas com base em medidas padronizadas para bagagens de mão.
- Mochila para acondicioná-lo desmontado, contendo compartimentos para roupas e objetos. Tal mochila se transforma numa bag ao transportar o instrumento montado.
- Parafuso de desmontagem e regulagem instantânea de altura das cordas.
- Apoio de perna ergonômico, confortável e regulável em 3 alturas.
- Eletrônica desenvolvida pela Paradis Guitars com captação hexafônica (6 captadores individuais de piezo), efeitos WooDi e Polybass, potenciômetros, saídas p10 e gk 13 pinos (opcional), microfone interno para soar mais natural com notch filter.
- O peso do instrumento é agradável. Ou seja, compatível com o peso de um violão acústico.
- A sua espessura tem várias medidas ao longo do seu contorno e proporciona ao músico a sensação de estar tocando em um violão acústico com livre acesso a toda escala.